BELEZA dicas de maquiagem

"MESMICE? QUEM DISSE?"

17:16Bruna Cypriano

17.09.14
Raul Melo, na loja "Quem disse, Berenice?", no Goiânia Shopping 
Esse foi o título do evento onde conheci o maquiador Raul Melo, e ele tem tudo a ver com esse post.
É uma honra para mim, inaugurar meu blog com a presença de um personagem tão importante para a beleza.

No dia 06 de setembro, Raul Melo esteve na “Quem disse, Berenice?”, no Shopping  Goiânia, na capital de Goiás, para maquiar e dar dicas de maquiagem as clientes presentes e fez a gentileza de me conceder uma rápida entrevista.

Raul Melo, nascido em Jupi, Pernambuco, trabalha desde 2011 com a marca “Quem disse, Berenice?”. Além de ser o maquiador oficial da marca ele trabalha diretamente no processo de produção, onde define cores e texturas dos produtos. 

Ele começou como fotógrafo e passou a se interessar por maquiagem acompanhando os bastidores de seus trabalhos. Hoje, ele é um profissional super completo, que já fez maquiagens de revistas como a Vogue, Elle, Marie Claire e Estilo. Confira.
Editorial para Revista Gloss por Raul Melo 
P:  Qual a influência da maquiagem na imagem pessoal da mulher?
R.M: A maquiagem é muito importante, por que ela eleva a autoestima da mulher. Muitas vezes elas chegam cabisbaixas e tristes, mas com uma passada de máscara nos cílios, ela acende.
O meu papel é fazer com que sua beleza interior seja transmitida através da maquiagem.

P: Pode-se dizer que a maquiagem é como uma estrutura do visual?
R.M: Isso mesmo!

P: Se uma mulher estiver começando a se interessar por maquiagem e quiser investir em alguns produtos, por onde ela deve gastar mais em busca de uma qualidade melhor?
R.M: A pele, porque a pele é fundamental. Se você tem uma pele incrível o resto é um complemento, sabe? Você vai acrescentando uma máscara de cílios que também é fundamental e um curvex que também é necessário.
Tons terrosos que são mais básicos, para o dia e até para a noite numa maquiagem mais elaborada. Hidratantes e protetor solar, que são cuidados fundamentais.

P: A respeito de acessórios de maquiagem, como os pincéis. Eles são indispensáveis ou pode-se usar os dedos na aplicação?
R.M: Nada impede de você usar os dedos, mas isso vai interferir no acabamento. Com um pincel adequado você vai ter acabamento melhor. Por exemplo, se você quer um traço com perfeição, você tem que usar um pincel específico. Você até pode fazer a pele ou sombra com os dedos, mas com pincéis adequados você terá um acabamento melhor e resultado final muito mais satisfatório.

P: Como foi sua experiência pessoal para ingressar no mundo da maquiagem?
R.M: Eu comecei com fotografia. Estudei fotografia de moda e conheci o fotógrafo Gustavo Zilberstein, com quem trabalhei durante quatro anos. Assim, eu fui conhecendo os maquiadores no estúdio.
Eu montava a luz e corria para o camarim para ver os meninos maquiando, fiz amizade com muitos, e a partir daí eu fui me interessando pelas cores e a pintura. Me fascina ver a arte traduzida em maquiagem, e através dela, conseguir expressar conceitos, culturas e estilos no rosto de uma modelo.

P: E você ainda trabalha com fotografia?
R.M: Eu tenho meus trabalhos autorais que eu mando para galerias e exposições. Eu percebi que minha fotografia não era de moda, mas amo a moda e não queria deixá-la. Por isso continuo na foto, só que agora em outra função, não mais clicando. T

Bom, como eu disse no princípio do post, esse título tem tudo a ver com o nosso entrevistado que não deixa que sua vida caia na mesmice. O que eu espero é que você também siga esse exemplo e viva a vida se curtindo e descobrindo sempre o melhor de você.

O Perfila vai estar aqui para te ajudar a fazer isso!
Até a próxima dica!


GOSTOU? COMPARTILHE!

Leia também...

0 comentários