desfiles MODA

SPFW - VERÃO 2016 - Segundo dia de desfiles - DIA 2

18:42Bruna Cypriano

15.04.2015

SPFW - DIA 1 - DIA 3 - DIA 4 - DIA 5

O segundo dia de desfiles foi bem cheio. As grifes Paula Raia, Osklen, Ellus, Agua de Coco, Lilly Sarti, Juliana Jabour e Triya apresentaram suas coleções na SPFW, e devo dizer, foi um dia de peças desejo! Vou ter que fazer outro post falando sobre minhas peças preferidas. Mas por enquanto, confira o resumo dos desfiles e me conta o que achou no final!

Paula Raia

A estilista Paula Raia abriu as portas de sua casa para realizar o desfile de sua grife. Dando continuidade ao seu trabalho primoroso com tecidos e tramas naturais. 


Cada modelo é único e trabalhado artesanalmente. Nos tecidos, nenhuma adição química de cor. Toda a coleção e o andar do desfile tinham como alvo atingir um ar tranquilidade e leveza, desejados pela designer. Eu me apaixonei pela sandália com franjas!


Muitas telas, redes de pesca, cordas, teares manuais, e texturas inspiradas no fundo mar. A beleza assinada por Ricardo dos Anjos deixou as modelos com longas tranças, fazendo referencia à musa descrita no texto que Maurício Ianês fez para contar a história da coleção.

Osklen

Inspirada na cultura indígena da tribo Ashaninka, do Acre, a grife desfilou nessa terça e trouxe algumas novidades super interessantes como o uso do couro de salmão e piraruco na criação de acessórios.


Quando Oskar Metsavaht, estilista da grife, se encontrou com o cacique da tribo, observou que ele usava um poncho cru e preto e um majestoso cocar vermelho, e foi ali que encontrou inspiração e as cores de sua coleção. Só restava adequar ao estilo da marca. E o resultado foi super positivo.


Além da seda, linho, organza de seda e moletom, a grife apresentou design de ponta em tecidos e produções exclusivas e com consciência ecológica, como seda rústica, seda pet, palha de seda tribal, seda stretch, malha pet, tricô reciclado, e couro de pirarucu e salmão.

Ellus 

Sem dúvida a coleção mais comercial até aqui. A grife Ellus desfilou no segundo dia da SPFW, com brilhos, amarrações e shapes alongados num estilo esporte safari. A inspiração de Adriana Bozon e Rodolfo Souza, foi Marrocos e a coleção conta com releituras das túnicas e lenços associados ao jeans, que é o carro chefe da marca.


Nos materiais foram usados o jeans, seda, tapeçaria, renda guipure metalizada, renda com fio de lurex e náilon transparente. A cartela de cores passeou entre ouro e prata, nude, tons de cinza, mostarda e marsala. Tenho muitas peças desejo dessa coleção!

Água de Coco

Com uma coleção digna dos 30 anos da marca, a estilista Liana Thomaz apresentou nova modelagem e estampas exclusivas e inusitadas. Inspirada em suas próprias raízes cearenses e trajetória, a estilista trouxe muito artesanato ao beachwear.


Com styling de Daniel Ueda e beleza de Rodrigo Costa, a marca apresentou muitos detalhes feitos a mão e uma modelagens mais amplas na coleção. Diferente do ano passado que tinha peças mais justas e shapes mais esportivos.


Entre os materias estão seda pura, linho, lycra e rendas. E na cartela de cores nude, cinza, laranja, verde e preto. Apaixonante!

Lilly Sarti

Inspirada nos anos 70 e no orientalismo japonês, Lilly Sarti apresentou uma coleção com brilho e shapes mais largos e exuberantes para o verão de 2016. 


Usando materiais como camurça, jacquard de seda, chiffon de seda, jeans e tule devoré, a grife trouxe estampas representando a natureza do Brasil e cores como tons de verde, tons de marrom, nude, azul, lilás e preto. O resultado foi uma releitura super classy! Amei!

Sacada

A estilista PRISCILLA DAROLT, trouxe futurismo retro, pop art e op art em sua coleção para Sacada. Com direção e styling de Luis Fiod, trilha sonora de Hugo Frasa e beleza de Henrique Martins, a grife apresentou shapes em linha A, maiôs e shortpants numa versão super cool e sofisticada.


Nos materiais, tricos com tecnologia avançada, seda em versão devoré, malha e algodão piquet. No arremate das peças, acrílico e verniz misturados a elementos gráficos como os bordados de flores, listras e a "pincelada Roy Lichtenstein".

Juliana Jabour

Em sua terceira participação na SPFW, Juliana Jabour inovou em matéria-prima e modelagem. A coleção trouxe uma interpretação dos anos 1970, fugindo do mood esportivo empregado pela grife até então. 


O desfile contou com styling de Daniel Ueda, beleza de Henrique Martins e direção e produção executiva de Julia Morelli e Barbara Bicudo.


Triya

A grife Triya fechou o segundo dia de desfiles com o tema Sea of Love (Mar do amor). A coleção conta uma história de amor entre uma sereia e um surfista, e isso é retratado nas estampas, detalhes e shapes das peças.


Com beleza de Max Weber, todas as modelos entraram com cabelos longos representando sereias e vestindo estampas de tatoos, tribais e desenhos de pranchas e sereias. Nos shapes, Isabela Frugiuele, apresentou muitos bodys, maios com fendas e recortes ousados, túnicas, vestidos leves, tops e até um modelo lembrando um macacão de surfista.
_________________________________________

Quarta-feira será a despedida de Gisele Bundchen! Acompanhe mais detalhes da semana de moda do hemisfério Sul AQUI!

Acompanhe também fotos e vídeos dos desfiles no nosso Instagram!

Até mais!




Leia também...

0 comentários